Modelo de carta ou email formal para candidaturas de emprego

Escrever uma carta ou email formalA forma como comunicamos com as outras pessoas e nomeadamente as empresas, diz muito sobre nós.

Qualquer recrutador tem um sentido apurado para distinguir o tipo de candidato através da forma como comunicam, e isso deve ser retificado se realmente precisa de encontrar um emprego. Sabemos que é difícil manter uma postura profissional a todo o instante, e que estar desempregado não é animador para qualquer pessoa, mas o seu futuro também depende da forma como comunica com potenciais oportunidades.

Se você está cansado e utiliza recorrentemente a mesma abordagem para todas as suas candidaturas, e inclusive para a mesma empresa para cargos diferentes, é hora de pensar que está na altura de mudar o texto. Ter um pouco de brio e mostrar que cada candidatura é uma oportunidade única de mostrar algo diferente e com foque no cargo a que se candidata, não só demonstra interesse na oferta, como também respeito por quem irá ler a sua comunicação.

Existem inúmeras formas de candidatar-se e abordar uma oferta, e hoje em dia com os portais de emprego e as redes sociais, o contacto ficou menos formal e muitas vezes desleixado. Tudo bem que a Internet facilita a comunicação, é rápido e o contacto é direto, mas ainda assim é necessário ter alguma postura e organização na forma de comunicar. Enviar mais uma candidatura está ao alcance de todos, enviar uma candidatura diferente e posicionada para o cargo exigido só está ao alcance daqueles que querem agarrar a oportunidade.

A forma como abordamos uma candidatura na maioria das vezes não é decisiva na contratação, no entanto é mais um pormenor ao qual devemos ter atenção. A carta ou email formal não é tão dirigido para anúncios na Internet, mas mais para anúncios de emprego de jornal, placard ou por intermédio de outras pessoas. Em qualquer dos casos é benéfico para os candidatos ter uma abordagem mais formal.

No caso de uma candidatura os interlocutores são você e a empresa que está a recrutar, e neste caso deve utilizar uma linguagem com registo cuidado. Uma carta formal para candidatura a um emprego poderá ser ou não acompanhada do currículo vitae, e tem a sua estrutura definida desta forma:

  • Cabeçalho;
  • Fórmulas de saudação;
  • Corpo da carta;
  • Fecho;
  • Fórmulas de despedida.

O corpo da carta ou email formal, está divido em três partes:

  • Introdução – o candidato deverá saudar, apresentar-se e indicar o objetivo da carta ou email;
  • Desenvolvimento – tratar com pormenor o assunto da carta ou email, abordar outros assuntos e apresentar os seus argumentos;
  • Conclusão – preparar o encerramento do corpo e fazer as despedidas.

Dicas

  • Faça sempre uma introdução sobre si e/ou também do assunto da carta ou email;
  • Seja conciso no corpo, não elabore textos demasiado grandes e com informação irrelevante para a candidatura, não se esqueça que o seu curriculum poderá ir em anexo e já contempla muita informação sobre si;
  • Assine sempre que possível as suas cartas ou emails formais, dá um ar mais profissional;
  • Guarde consigo uma cópia.

Poderá descarregar o nosso Modelo de Carta ou Email Formal aqui:

8 comentários a “Modelo de carta ou email formal para candidaturas de emprego

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>